cantinho do aprendizado

Então você está sentado na sala, quando uma voz fininha, meiga e conhecida te fala: “Vamos brincar?”. Imediatamente sua mente encontra o vazio e você pensa: “Tá, mas brincar do quê?”

  

Seja o primeiro a comentar
Categorias: Cantinho do Aprendizado

riscos congenitos

Existem coisas que você pode fazer para garantir a gravidez mais saudável possível e reduzir o risco de defeitos congênitos.

  

Seja o primeiro a comentar
Categorias: Prevenção

criança

Isaac está numa fase doida.

Do um zilhão de palavras que ele fala por dia, metade delas representam a anatomia humana.

Não acho ruim.

É fase.

Está se descobrindo como homem, como ser. Com diferenças e necessidades.

Mas acontece que ele tem achado graça master em ser um Ari Toledo mirim.

Fala bunda, pipi, cocô, pum e pitica (apelido do órgão sexual feminino por aqui) aos quatro ventos.

Inventa músicas, frases, histórias.

Muda o nome das coisas e acrescenta bunda a todas as fonéticas possíveis.

Não fico brava. Só explico.

Falo que há lugares e momentos certos pra colocar as “bundas de fora”.

Ele não entende não.

Acha um absurdo coisa tão natural “que todo mundo tem, né mamãe?”, ter que ficar só dentro da cabeça da gente.

Eu não sou das bocas mais limpas desse planeta, mas ele não me vê falando da minha própria ou da bunda alheia assim, nas rodinhas e reuniões.

Mas sei que é o básico da idade.

Já convivi com outras crianças que, no auge dos seus 4 anos, gritavam BUNDA assim, como se fosse a melhor palavra do mundo a ser dita.

Já recebi olhares horrorizados.

Já fui vítima de bullying nas rodinhas de mães.

Já dei risada de tudo isso.

E já fui séria quando necessário.

Mas e aí?

Uma hora acaba, né?

Seja o primeiro a comentar
Categorias: Mamãe Blogueira

férias

Todo início de ano é sempre a mesma coisa: reorganizar as agendas de nossos pequenos. Futebol, Natação, Ballett, Inglês, Violão, … O que é mais importante? Como conciliar os horários para que nossos pequenos possam fazer mil e uma atividades? Até quanto podemos exigir das crianças nesse processo? Aqui vão algumas dicas para organizar o horário sem sobrecarregar e tão pouco deixar o tempo ocioso.

  

Seja o primeiro a comentar
Categorias: Atividade Física e Saúde

concussão

Qualquer trauma na cabeça preocupa os pais de crianças de qualquer idade. Depois de uma concussão, crianças e adolescentes são instruídos para descansar, mas há poucos dados sobre o período ideal de descanso após este tipo de lesão.

  

Seja o primeiro a comentar
Categorias: Saúde da Criança