Doenças transmitidas por animais

Saiba o que são,  como são transmitidas e sintomas típicos das principais doenças às quais os pequenos estão expostos no contato com animais.

Evitar que os pequenos tenham contato com os animais é uma tarefa muito difícil.  Alguns deles tornam-se verdadeiros amigos e acompanham o desenvolvimento da criança em vários aspectos.  Porém, é necessário tomar certos cuidados que envolvem tanto os bichos de estimação como outros não domésticos.

As zoonoses são doenças, em geral infecciosas, transmitidas pelo animais aos seres humanos, podendo ser pela convivência próxima ou pela ingestão de animais doentes. Estes animais podem ser domésticos, silvestres ou pragas. A seguir, vamos tratar das mais comuns:

Toxoplasmose: Pode ser adquirida pela ingestão de água e/ou alimentos contaminados com os oocistos esporulados, presentes nas fezes de gatos e outros felídeos, por carnes cruas ou mal passadas, principalmente e de porco de carneiro, que abriguem os cistos do protozoário Toxoplasma gondi. A toxoplasmose pode ser transmitida da mãe para o feto, mas não se transmite de uma pessoa para outra.

Ancilostomíase ou Larva migrans cutânea (bicho geográfico): É encontrada por toda parte onde se encontrem cães e/ou gatos infectados com ancilostomídeos, sobretudo A. braziliense eA. ceylanicum. O problema é mais frequente em praias e em terrenos arenosos, onde esses animais contaminam o meio com suas fezes. As crianças contaminam-se ao brincar em depósitos de areia para construção, ou nos tanques de areia dos locais destinados à sua recreação. Todos os animais domésticos devem ser tratados sistematicamente e com regularidade para prevenirem-se as reinfeções.

Raiva: É uma doença provocada por vírus e acomete animais e seres humanos. Transmitida por cão, gato, rato, bovino, eqüino, suíno, macaco, morcego e animais silvestres, através da mordedura ou lambedura da mucosa ou pele lesionada por animais raivosos. Os animais silvestres são um reservatório primário para a raiva na maior parte do mundo, mas os animais domésticos de estimação são as principais fontes de transmissão para os seres humanos. Por isto animais domésticos devem ser vacinados anualmente contra a raiva.

Dipilidiose: A infestação é extremamente comum em cães e, em menor extensão, em gatos. Os seres humanos podem tornar-se infestados com a forma adulta do cestódio (vermes chatos na sua forma) dipylidium caninum, em seguida à ingestão do hospedeiro intermediário, a pulga. Normalmente a infestação nos seres humanos exibe sintomas clínicos, ocorrendo com maior freqüência em crianças jovens.

A dirofilariose humana é raramente reconhecida. Quando ocorre, é causada pela instalação de larvas mortas do parasita nos pulmões. Essas são diagnosticadas por meio de radiografias. Requer biópsia cirúrgica e avaliação histológica, para a confirmação do diagnóstico e eliminação de condições mais sérias.

Leptospirose: Bastante comum em épocas de chuvas, é uma doença causada por bactéria, a LEPTOSPIRA ssp, afetando a maior parte dos animais, inclusive o homem. É transmitida através da urina, água e alimentos contaminados pelo microorganismo, pela penetração da pele lesada, e pela ingestão. O cão e outros animais como por exemplo o rato, o bovino e animais silvestres também podem contrair a doença e transmiti-la. Os principais sintomas são febre alta, dores musculares, alterações urinárias e hepáticas.

Dermatomicose: A transmissão pode ocorrer de forma direta entre cães e gatos. Em pesquisa, até 30% dos casos em áreas urbanas foram associados a contato direto com animais. Os proprietários dos animais devem ser aconselhados a lavar bem as suas mãos após a manipulação de cão ou gato infectado, e a não permitir que seus filhos brinquem com os animais, até que o tratamento tenha resolvido a moléstia.

Esporotricose: É uma moléstia crônica causada por sporothrix schenckii. Pesquisas indicam que os cães e mais raramente gatos infectados podem transmitir diretamente a infecção para os seres humanos. Os principais sintomas no período de incubação ( que pode durar de dias a até 3 meses) são geralmente lesões de pele.

Psitacose: É uma doença transmitida por aves como papagaios e ocorre por via respiratória, por meio da aspiração de poeira contaminada pelos dejetos de animais doentes ou portadores. A transmissão respiratória de pessoa a pessoa pode acontecer, mas é um evento raro e ocorre somente na fase aguda da doença. Uma vez no corpo do infectado, permanece incubada por um período de uma a quatro semanas e o período de transmissibilidade pode durar semanas ou meses.

Sintomas característicos são febre, prostração, tosse, cefaléia e calafrios, acompanhados de comprometimento das vias aéreas superiores e inferiores, mais raramente, um quadro pulmonar semelhante a uma pneumonia atípica. Essa infecção, geralmente, é leve ou moderada no homem adulto, rara em crianças e mais grave em idosos que não recebem o tratamento adequado.

Histoplasmose: É provocada por fungos encontrados em fezes secas de passarinhos, pombos e morcegos. A contaminação geralmente ocorre através da inalação ou respiração do ar contaminado com as fezes desse animais, ao fazer limpeza ou ao adentrar locais por eles habitados. Os principais sintomas são febre, gânglios ou “ínguas” no pescoço, virilha ou debaixo do braço, infecção pulmonar, úlceras na pele, anemia e diminuição do número de células brancas do sangue responsáveis pela defesa contra infecções.

Pulgas e ácaros de sarna: A sarna canina e felina e pulgas têm um grande potencial zoonósico. Em seres humanos é geralmente autolimitante, mas pode voltar se não for curado o animal ou não for feita a higiene adequada do ambiente.

Por  José Luiz Setúbal

Fontes:

1)Secretaria da Saúde – Centro de Controle de Zoonoses

Zoonoses, que bicho é esse?, 1995.

2)Fundação Nacional de Saúde, Centro Nacional de Epidemiologia – CENEPI

Gerência Técnica de Febre Amarela e Dengue, 1995.

3) Ministério da Saúde. Doenças infecciosas e parasitárias. 6ª edição revisada. Brasília: Ministério da Saúde, 2005. MOSCHIONI, Cristiane. et al.; Pneumonia grave por “Chlamydia psit

40 comentários neste post - Participe!

  1. Laís disse:

    Olá minha enteada tem um labrador e ele resolvel fazer as nescecidades dele na pedra da piscina quando ta sol sobe um cheiro insuportável de xixi já usei muitas coisas pra ver se saia o cheiro e nada dês de cândida até amônia e nada tenho um filho de 3 anos que proíbo ele de brincar no quintal por conta disso agora não pq esta frio mas quando tiver calor que de pra usar a piscina corremos risco em pegar algo por conta dele fazer as coisas dele na pedra da borda da piscina?? Obrigada

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Laís, é importante que nossos bichos de estimação sejam periodicamente acompanhados por um veterinário, assim podem se diagnosticar e até evitar a chance de contágio com várias doenças. Em modo geral, recomendamos recolher o quanto antes as necessidades (fezes e a urina) dos animais para que não fiquem expostas a moscas e ao contato humano, assim como desinfetar adequadamente o local. Medidas de higiene evitam bastante qualquer contágio. Abraços!

  2. marcos disse:

    a 25 dias estou com infestaçao de acaros no corpo, quando vou dormir eles começam a se mover e sinto eles me devorando, ja tomei remedio forte pra verme , ja usei deltalab [deltametrina] tambem uma loçao por nome de sanasar ,sabonete scabin e ja nao sei o que fazer , fui em varios medicos e todos me perguntam onde esta a lesao ? outro diz acaros nao andam no corpo.. que idiotisse dos medicos e isso nada me ajuda. Se acaros nao andam entao eles tem asas porque uma coisa eu sei, conheço bem minha rotina de vida e sei que existem microorganismo fazendo festa 5 minutos logo quando deito.Preciso de ajudar meu cel eh DDD 027 99697**** me ajudem por favor ja tentei dormir com uma toca na cabeça ençopado de allcon ,ja passei vinagre no corpo , ja fiquei mais de 30 minutos no chuveiro quente a ponto da pele ficar vermelha. Estou aqui chorando e nao sei mais o que fazer. Eu quero me livrar disso!! me ajudem em nome de Jesus, sei que vcs nao tem nada com minha vida e sei que estou digitando uma carta mais eu nao sei mais o que fazer. Estou pensando passar creolina pra ver se mata isso no meu corpo. Ajude me!! por favor.

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Marcos, não devem ser ácaros, e sim percevejos de cama ou bed bug. É um inseto e necessita de uma empresa especializada para a desinfestação. Medidas com ferver as roupas e lençóis por 10 a 15 minutos podem ajudar, assim como aspirador de pó. Se o desconforto ainda persiste, procure novamente um médico e converse novamente sobre o problema.
      Abraços e desejamos melhoras!

  3. leisiane vitoria de castro oliveira disse:

    eu queria saber como que os acaros pod afetar anossa saude e que cuidados podemos tomar

  4. Karen disse:

    Meu filho foi detectado com um verme raro causada, pelo pêlo do gato? Que verme é esse, estamos realizando exames para obter maiores informações.

    • Equipe Sabará disse:

      Olá karen, sem conhecer o quadro clínico do seu pequeno não temos como atestar com precisão sobre o verme que seu filho adquiriu. Solicitamos que permaneça com o atendimento médico.

  5. laiane disse:

    Fomos lavar a caixa d´agua da minha casa e encontramos supostamente fezes de morcego. o que causa no organismo das crianças pois ingerimos desta água? e tbm eu to fazendo trabalho sbre isso

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Laiane, não é bom nem para adultos nem para crianças ingerir alimentos ou água que contenham fezes animais. Observe se seus filhos apresentam algum sintoma. Recomendamos também, que passe em um pediatra para exames mais precisos. Abraços.

  6. adilene disse:

    meu sobrinho esta com parasita chamado ancilospomideo , esta sentindo nuita dor abidominal e fazendo feze com muito oudor o que pode ser?

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Adilene, sem um exame não podemos diagnosticar e transcrever o tratamento para o seu sobrinho. Recomendamos que o leve ao médico para que ele possa indicar as atitudes necessárias, para o problema que você menciona e fazer com que as dores diminuam. Abraços.

  7. Marcela Cruz disse:

    Meu cachorrinho morreu de virus. Posso trazer outro para o local depois das três vacinas?

  8. laira disse:

    Ola,

    Em minha casa tem pelo menos uns 05 ninhos de passarinhos (pardal) tenho um filho de 1 ano e 8 meses e me preocupo muito. Os passaros podem tranmitir alguma doença a meu filho?

  9. Daniela disse:

    Boa noite! Se um cão morder uma pessoa com aids, o cão se contamina com aids também? Não se contamina e o vírus morre? Ou ainda, o cão não desenvolve a doença, mas o vírus fica vivo dentro do cão? Ou o que acontece? Muito obrigada!

  10. matheus disse:

    poxa tem um monte de doenças

  11. cintia disse:

    Nossa! Agente nao imagina nada disso quando compra um bichinho.
    Cintia
    Blogger, A Saving Love…that will change a Child’s Life!
    Cintia@ASavingLove.com | http://www.asavinglove.com

  12. ana disse:

    Fomos lavar a caixa d´agua da minha casa e encontramos supostamente fezes de morcego. o que causa no organismo das crianças pois ingerimos desta água?

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Ana, tudo bem? Obrigado pela confiança. Você pode saber mais sobra a limpeza da caixa d’água neste artigo do nosso site: http://goo.gl/A6G6Ul. Sobre as implicações à saúde das crianças, sugerimos que consulte o seu pediatra e peça orientações. Abraços! :)

  13. Moisés Raposo Clemente disse:

    Bom,gostaria de saber um pouco sobre sarna de cavalos e éguas. Se há riscos de transmissão para as pessoas e também com relação a carrapatos que se encontram nestes animais podem transmitir algum tipo de doença.
    Grato

  14. leila disse:

    meus filhos ten um periquito.. daqueles pequeno..aqui na holland chama papagai anã.passam o dia brincando com ele as vezez fica na cabeça deles ,,faz coco neles ..queria saber se isso pode ser perigoso. obrigada

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Leila, tudo bem? Obrigado pela confiança. Não é recomendado que as crianças tenham contato com as fezes de animais. Se tiver outras dúvidas, consulte o seu pediatra. Abraços! :)

  15. franciele disse:

    oi gostaria de saber se e grave a doenca do gato em criancas de 12 anos…..

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Franciele, tudo bem? Infelizmente não podemos informar isso à você sem poder examinar a criança. Nossa sugestão é que você a leve para uma avaliação do pediatra! :)

  16. fabio Smith disse:

    Gostaria de saber sobre uma doença que leva ao desmaio, me falarão que era o bicho do cachorro no celebro, e meu filho esta com isso, gostaria de informação, ele desmaia toda hora….

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Fabio, tudo bem? Obrigado pela confiança. Não sabemos como orientá-lo a respeito disso, pois não temos informações suficientes. Sugerimos que você leve ele para uma avaliação do pediatra. Abraços! :)

  17. [...] e gatos são benéficos à saúde da criança Doenças transmitidas por animais Antes de escolher um animal de [...]

  18. yvens disse:

    QUE DOENÇAS UM CACHORRO PODE TRANSMITIR , POIS TENHO UM SOBRINHO QUE E APAIXONADO PELO MEU CACHORRO E TENHO ELE TEM 12 ANOS PARA PODER MANTER ELE ATENTO PARA ESSAS DOENÇAS . SE PODER MIM AJUDAR EU AGRADEÇO!?!

    • Equipe Sabará disse:

      Oi Yvens, tudo bem? Obrigado pela confiança. Conforme sugere o nosso post, são muitas as doenças, entre elas a raiva. Mantenha seu animal vacinado e uma distância segura entre ele e a criança. Abraços! :)

  19. valéria disse:

    Ola, eu gostaria de saber sobre transmisão, causas(se por ração)eo tratamento da giardia animal.
    Pois tenho uma gatinha que não consigo cura-la dessa doença.

  20. reis disse:

    a turbeculose a malaria tambem faz partes

  21. maria eduarda disse:

    minha prima teve uma causa muito complicada ela teve que sair de cunudos ba para salvador a causa era de cachorro

  22. LILIANA IOTTI disse:

    Olhe bem FOFINHO!!!!