Como tratar a tosse?

õîááèò èëè òóäà è îáðàòíî ñìîòðåòü îíëàéí áåñïëàòíî

Saiba quais são causas dela e tratamentos adequados

O que é a tosse?

A tosse é um reflexo importante que auxilia na limpeza das vias aéreas do corpo (traqueia e brônquios que levam o ar dentro dos pulmões). Ela também ajuda a evitar que as pessoas aspirem coisas para as vias aéreas e pulmões, as quais podem causar problemas como engasgos.

A tosse é normal ou é uma doença?

É normal que os filhos tussam de vez em quando. Mas, às vezes, a tosse é um sintoma de uma doença.

Quais os tipos de tosse?

Tosses são chamadas de “seca”, se elas não tiverem o muco, e “secretiva” ou “carregada”, se tiverem. O som da tosse pode ser diferente, dependendo se estiver carregada ou seca. Algumas delas são leves, mas outras são graves. Uma tosse severa pode tornar difícil a respiração.

O que causa a tosse?

As causas mais comuns de tosse em crianças são:

1. Infecções das vias aéreas ou pulmões (incluindo o resfriado comum);
2. Por um corpo estranho preso em uma via aérea;
3. Asma: esta é uma condição pulmonar que pode tornar difícil o respirar;
4. Outros problemas pulmonares, incluindo as condições de algumas crianças que nascem com eles;
5. Tosse por hábito. Este tipo de tosse geralmente desaparece quando a criança está dormindo.

Quando levar meu filho ao médico?

Consulte um serviço de saúde imediatamente se a criança:

1. Tem menos de 3 meses de idade e tem uma tosse persistente;
2. Está tendo dificuldade para respirar;
3. Tem respiração ruidosa;
4. Está respirando muito rápido;
5. Iniciou a tosse depois que se engasgou com comida ou outro objeto (brinquedo, moedas, etc);
6. Tosse e muco com sangue, amarelo ou verde;
7. Tem febre alta com tosse;
8. Está tossindo tanto que ele ou ela vomita;
9. Teve a tosse durante mais de 2 semanas.

O meu filho vai precisar de exames?

Talvez. O médico fará perguntas sobre sintomas da criança e examiná-la. Ele pedirá exames, dependendo da idade do pequeno e de outros sintomas. Existem diferentes avaliações médicas que podem ajudar no diagnóstico do que está causando uma tosse. As mais comuns incluem:

1. Radiografia de tórax;
2. Exames para verificar se há uma infecção – por exemplo, o médico pode usar um cotonete para coletar uma amostra de dentro do nariz do seu filho ou da garganta. Então, a criança vai fazer testes de laboratório sobre a amostra;
3. Testes respiratórios – testes de função pulmonar mostram como os pulmões estão funcionando. A maioria das crianças maiores de 6 anos de idade são capazes de fazer esta avaliação;
4. Broncoscopia – este é um procedimento no qual o médico utiliza um tubo fino com uma câmera na extremidade (chamada de “broncoscópio”) para olhar para dentro das vias aéreas da criança. Se o médico encontra um objeto preso nas vias aéreas da criança, ele pode removê-lo durante este procedimento.

Existe algo que eu possa fazer para ajudar a acabar com tosse do meu filho?

Sim. Se a tosse do pequeno é de um resfriado ou outra infecção, você pode:

- Fazê-lo beber bastante líquidos para umedecer a secreção;
– Usar um umidificador no quarto dele, se o ar estiver muito seco;
– Utilizar inaladores.

Há também certas coisas que você NÃO deve fazer:

- NÃO dar medicamentos sem orientação médica.
– Não dar aspirina às crianças menores de 18 anos de idade. A aspirina pode causar uma condição de risco de vida chamada síndrome de Reye, em pessoas jovens.

Como a tosse é tratada?

O tratamento depende da causa da tosse. Por exemplo: algumas infecções são tratadas com medicamentos antibióticos.
Se uma infecção for causada por uma bactéria, os médicos podem tratá-la com antibióticos.
Se uma infecção é causada por um vírus (tais como o resfriado comum), os profissionais da saúde tratarão dela com remédios que atinjam os sintomas.
A asma é tratada com medicamentos para que a criança respire pelos pulmões.
Se seu filho tem um objeto aspirado em sua via aérea, o médico pode fazer a broncoscopia para procurá-lo e removê-lo.
Os médicos não costumam prescrever medicamentos que acalmem a tosse. Estes remédios não costumam funcionar bem, e eles podem causar sérios efeitos colaterais nas crianças.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: up to date: Revisão da literatura atual através de: fevereiro 2012. Este tópico teve a última atualização: 16 de junho de 2011.

Este post possui 1 comentário - Participe!

  1. Edineia da silva sangalletti disse:

    gostei muito de saber essa coisas