Hoje é Dia do Médico!

Hoje é o dia desses profissionais que estão sempre preocupados com a saúde e o bem-estar dos pacientes

dia do médico

Nos dias atuais, a imagem do médico parece estar em baixa. Na novela das 21h, esses profissionais aparecem como pessoas sem escrúpulos e devassos em um hospital onde tudo ocorre por trás da lei e dos bons costumes. O governo federal os demoniza por serem responsáveis pelas mazelas da saúde do país. Afinal, eles não querem ir para os rincões, onde só existem pessoas pobres. E assim a imagem do salvador de vidas e do ser acima dos outros desvanece.

Não acredito em nenhuma das duas versões. Os médicos que conheço (vivo em São Paulo e estudei por aqui) são em grande maioria pessoas normais, talvez, mais estudiosas e trabalhadoras que a média. Não são milionários, mas ganham o suficiente para ter uma boa vida, para dar estudos aos filhos e para viver em uma boa casa. Para isso, trabalha-se cerca de 10 a 12 horas por dia, o que não é pouco. Em geral, eles são muito preocupados com os doentes e, quando os pacientes não podem pagar, atendem de graça (em sua maioria conhecidos ou indicados), tem uma boa noção dos problemas do país e gostariam que o Brasil fosse melhor e que tratasse a saúde de maneira mais séria.

Além de trabalhar muito, eles continuam a estudar até o fim da vida, frequentam congressos, simpósios e conferências, muito mais que os profissionais de outras profissões.

Não é fácil ser médico. Você tem que lidar com pessoas em estado de sofrimento, que requerem muito do ser humano médico. Você se envolve com familiares e se defronta com situações tristes boa parte do tempo. Como pediatra, sinto que fiz diferença para meus pacientes e familiares. O que fiz a grande maioria faria. Não me lembro de ter salvado ninguém da morte, mas cuidei de muitos doentes em estado grave e alguns faleceram. O glamour da arte médica fica mais para as séries americanas que retratam o dia a dia desses profissionais com muito mais realidade que as novelas globais.

Hoje, a vida me levou para outros caminhos e cuido mais da parte administrativa do Hospital Infantil Sabará. Não cuido de pacientes por lá, mas faço isso no papel de gestor para que nossos médicos tenham todas as condições para realizar um bom trabalho e melhorar a vida dos pacientes. Ainda atendo em meu consultório, mas cada vez menos, e sinto muita falta de “ser médico”, embora adore o que faço. A coisa que mais faz falta é a gratidão e o carinho pelo trabalho bem feito, coisa que não ocorre com as outras profissões.

Hoje, dia 18 de outubro, se comemora o Dia do Médico, e gostaria de agradecer a dedicação dos médicos do Hospital Infantil Sabará e do Brasil, e desejar a eles um dia muito feliz e com muito reconhecimento. Para isso, nada melhor que nossos pacientes. Pegue um telefone e dê os parabéns ou deixe uma mensagem para seu médico nas redes sociais, tenho certeza que ele ficará muito agradecido.

PARABÉNS AOS MÉDICOS DO SABARÁ E DO MUNDO TODO!

Por Dr. José Luiz Setúbal