Categoria: Mamãe Blogueira

Categoria destinada à troca de experiências maternas por meio de divertidos textos da jornalista Carol Garcia

pergunta

E a conversinha apareceu de novo.

Mas desta vez não tive a sorte de contar com os fofos pinguiNHOs pra me ajudar nos exemplos.

A pergunta veio na lata.

Bem como eu achei que viria.

  

Seja o primeiro a comentar
Categorias: Mamãe Blogueira

Então que eu não tive medo de parto normal ou cesárea.

Não tive medo das mais de 200 injeções que tomei.

Não tive medo de bebê prematuro, de cuidar sozinha, dar vacina.

Mas confesso, tinha um pavor enorme de Isaac trocar o R pelo L eternamente.

  

Seja o primeiro a comentar
Categorias: Mamãe Blogueira

Lá estava eu, de novo, esparramando a bunda pelas beiradas da cadeirinha colorida.

Reunião de pais e mestres.

Professora nova, reencontro com as mães, sorriso para os amigos turminha.

Prestei bem atenção aos novos detalhes da rotina do Isaac.

Inglês, aula de música, brinquedoteca, educação física, tarefinhas, projetos de leitura, corpo humano, virtudes e valores, …, …, …

Prestei atenção.

Anotei.

Perguntei.

Pensei sobre o tempo, vi os pequeninos alí, nem tão pequeninos assim.

Cresceram.

Cresci.

Envelheci.

Mas sem dor, sem tristeza.

Só constatei alí que o tempo passa mesmo. E sem piedade.

O assunto desfralde deu lugar ao “eles pedem e a auxiliar os acompanha ao banheiro”.

Toalhinha e tapetinhos ficaram lá no passado.

A caixinha com lápis, giz e caneta se transformou em um estojo grande, com duas repartições.

E cada um cuida do seu próprio material, nos explicou a professora.

E cada um reconhece o próprio nome, portanto mandem os itens etiquetados.

Alfabeto, escrita espontânea, evolução do desenho, coordenação específica.

Números, ciências, estudos sociais.

Livros, atividades, tesoura.

Novo pra ele, novo pra mim.

Carol Garcia

Seja o primeiro a comentar
Categorias: Mamãe BlogueiraSem categoria

Tenho eu aprendido com a maternidade que, por mais que nós mães quisermos, nunca seremos só mães.

Explico.

A cada dia aceito mais que além de mãe – cargo que foi atribuído a mim pela natureza e por mim mesma numa escala um tantinho mais complexa – sou ser humano.

  

Seja o primeiro a comentar
Categorias: Mamãe Blogueira

brincando

****compartilho com vocês um texto já meio antigo, mas que sempre releio pelas milhões de experiências que vivemos e revivemos, todos os dias…rebolando o ano inteiro.

 

E então que Isaac começa hoje mais um ano letivo.

Lá se foi meu menininho, todo orgulhoso, amanhecer no Jardim 1.

Logo, começo eu, a pensar em todas as novidades que esse ano trará.

Primeiro que filhote está mais moleque, evoluiu e muito nas lutinhas e cambalhotas durante as férias. Tenho até que registrar aqui que Isaac evoluiu também no quesito mordidas, tapas e pontapés.

(logo, já imagino o que me aguarda nas reuniões e rodinhas de mães na hora da saída)

 

Mas fora o comportamento, temos ai sala nova, professora nova, possíveis novos colegas. Tudo o que o volta às aulas proporciona.

Temos também o novo aprendizado, o início da alfabetização, os novos traçados, as novas dúvidas e a nova infinidade de perguntas.

 

O ano também reserva novidades para esta mãe aqui.

Acontece que, relacionado a escola, Isaac não vai ter mais aqueles dois dias integrais.

Chorou um ano inteiro dizendo que não gostava. Sofreu. Sofri. Sofremos.

Decidimos então que pra escola mesmo ele só vai de manhã.

A tarde a Deus pertence?

Necas.

Pertence a ele. Ao Isaac.

 

Ficamos assim então.

Os dias são divididos entre natação, psicóloga e inglês.

Acho que é atividade pacas?

Acho sim. Mas pior seria se ele ficasse só em casa ou só me acompanhando aos afazeres domésticos ou repetindo programinhas básicos aqui da city a semana toda.

 

E eu me vejo agora com a função mãetorista mais do que intensa.

E não é só isso. Isaac tem só 4 anos. Em todas as suas atividades eu sento e espero.

Leio. Converso. Observo. Releio.

Aprendo mais sobre paciência e sobre mim.

 

Por enquanto Isaac tem adorado a natação.

São duas horas por semana, ou seja, dois dias de aula.

Ele também está louco para voltar ao inglês.

Somamos ai mais duas horas por semana, dois dias de aula.

E a Querida Psicóloga, mais dois dias na semana.

 

Rebolei e Remexi a agenda. Organizei horários e hábitos.

Noves fora, ainda temos um dia livre na semana. Pra ficar sentado no sofá, no meio dos brinquedos ou fazer qualquer coisa que der vontade.

Ufa.

E falo de dia livre porque os horários dessas atividades acabam pegando o meio da tarde. Aí já viu, some uma atividade nova a rotina já cheia de horários de uma criança.

 

Já experimentei dessa nova rotina nas férias.

Estou me adaptando a ela, assim como a cria, que tem odiado ir ao supermercado comigo e já fez amizade com a cabeleireira.

Sei que ela vai ficar mais intensa com o recomeço de tudo, mas venho me preparando.

E tenho tentado fazer Isaac entender que sua companhia agora é necessária não só na vida de mãe como na vida e dona de casa e mulher também.

 

O pilates?

Parei.

Sei que não está certo, mas é o que dá pra agora.

Logo retomo alguma atividade física. Logo me encaixo no meio disso tudo. Logo completo esse quebra-cabeças.

E tudo dá certo.

Que assim seja.

Carol Garcia

Seja o primeiro a comentar
Categorias: Mamãe Blogueira